Tudo que você precisa saber sobre comida de avião

O assunto de hoje é sobre comida de avião.

Quais são as principais refeições que as companhias aéreas servem?

Vamos abordar como pode ser solicitada uma refeição especial e quais são seus códigos nos GDSs.

Saber detalhes a comida de avião pode fazer toda a diferença para quem já trabalha ou pensa em trabalhar em companhia aérea e indústria.

A fama das comidas servidas a bordo nunca foram das melhores no passado.

Por esse motivo as companhias aéreas estão tentando criar um diferencial competitivo para o serviço de refeição.

Entre as estratégias, está servir menus assinados por chefs renomados.

Deu água na boca?

Continue lendo este artigo!

Comida de avião: Voos domésticos de curta duração

Nos casos de voos domésticos de curta duração, as companhias aéreas normalmente servem  somente bebidas e/ou os famosos “snacks”.

A venda de refeições a parte também é feita a bordo sendo aceito cartões de crédito.

Comida de avião: Voos internacionais longa duração

Já para voos de longa duração as companhias aéreas normalmente oferecem 2 opções de pratos.

Normalmente, peixe, frango, carne ou massa.

Foto: Guilherme Barros

Comida de avião: Refeições especiais

Refeições especiais são aquelas que os passageiros podem solicitar por motivos de saúde, religiosos, étnicos, para bebês e crianças.

Os passageiros devem fazer os pedidos de refeições especiais pelo menos 24 horas antes do voo.

Abaixo fiz uma lista com os principais códigos das refeições especiais IATA.

Lembrando que algumas refeições podem variar dependendo da companhia aérea e pais de origem da viagem.

Na reserva do voo o código da refeição é inserido no GDS em um campo chamado SSR que significa Special Service Request.

Leia mais sobre:

Como fazer empresas da indústria aérea correrem atrás de você?

Preparado para os próximos 20 anos? Descubra as mudanças e previsões para a indústria aérea

6 erros mais comuns dos profissionais de companhia aérea e indústria (Você não pode ignorar a #5)

Refeição para Crianças e Bebês

Refeição para crianças (CHML) – Não contém peixe ou carne com ossos, frutas secas, nozes, sementes, alimentos condimentados, molhos e temperos ou doces à base de açúcar fervido (balas duras).

Contém: cenouras raladas, queijos, bolachas salgadas, salgadinhos, frutas frescas e suco de frutas.

Comida para bebês (BBML) – Não contém carne com ossos, alimentos picantes, trigo, glúten, peixe, ovos, frutas ácidas, carne de porco ou carne bovina.

Contém: frutas, vegetais, carne processada no liquidificador e sobremesa.

Refeições médicas e dietéticas

Refeição para diabéticos (DBML) – Não inclui alimentos fritos.

Contém: carne livre de gordura e laticínios, frango sem pele, produtos de peixe e mariscos, vegetais, frutas, pães integrais e outros grãos.

Refeição baseada em frutas (FPML) – Não contém conservantes ou aditivos.

Contém frutas frescas ou frutas secas livres de sulfito.

Refeição livre de glúten (GFML) – Não contém trigo, farinha de trigo, caviar, aveia, cevada, macarrão, pão, baguetes, massas, bolos, doces, torradas com glúten, nata, aditivos com sabor de carne, frutas secas e nozes.

Contém: frutas e vegetais frescos, arroz tufado, torradas sem glúten, leite de soja, batatas, farinha de trigo e de soja, laticínios, sagu e azeite.

Refeição com baixo nível de gordura (LFML) – Não contém alimentos fritos ou gordurosos, molhos à base de queijo ou cremes, gemas de ovos e vísceras, mariscos, ovas de peixe, caviar, alimentos processados ou conservantes.

Contém: carne magra, frango sem pele, frutas frescas e legumes, pão integral e laticínios com pouca gordura, molhos ou temperos.

Refeição com baixo teor de sal (LSML) – Não contém alimentos salgados ou defumados, anchovas, azeitonas, queijos processados, produtos de panificação, como farinha com fermento e fermento em pó, caldo de carne e alimentos preparados com molhos ou temperos. Contém: margarina sem sal, produtos de café da manhã com baixo teor de sal, queijo com baixo teor de sal, alho, cebola e salsão.

Refeição com baixo nível de lactose (NLML) – Não contém leite, iogurte, queijo, ovos, sorvete, manteiga, biscoitos, bolos, legumes ou carnes cremosos ou à milanesa, omeletes, crepes, sopas instantâneas, café solúvel, chocolate e pão.

Contém: carne, frango, vegetais frescos, frutas livres de lactose, bebidas de soja para substituição do leite e café cremoso sem lactose.

Refeições Vegetarianas

Refeição vegana (VGML) – Não contém produtos animais (carne e derivados animais, como mel, ovos, laticínios, peixe, aves, gorduras). Contém: alimentos altamente protéicos, como lentilhas, tofu, feijão, vegetais, frutas frescas, frutas secas e castanhas.

Refeição ovo-lacto-vegetarianas (VLML) –  Não contém carne e derivados, peixe, frango e gordura.

Contém: produtos lácteos ricos em proteínas, ovos, queijo vegetariano e vegetais, frutas e leguminosas.

Refeição oriental vegetariana (VOML) – Não contém carne, frango, peixe, mariscos, ovo e produtos lácteos.

Contém frutas, vegetais e temperos.

Refeições Regiliosas

Comida vegetariana asiática (AVML) – Não contém carnes ou derivados, incluindo aves, gordura animal, ovos ou peixes.

Contém: produtos lácteos, leguminosas, verduras, frutas secas e castanhas.

Refeição Kosher (KSML) – Preparada de acordo com as exigências e as tradições alimentares judaicas.

Outras Refeições

Refeição com frutos do mar (SFML) – Contém peixes e frutos de mar usando receitas locais.

Refeição com baixo teor calórico (LCML) – Não contém alimentos fritos, gordurosos ou açucarados, ou molhos e temperos.

Contém: carne magra e laticínios, frutas e vegetais frescos, grãos e adoçantes.

Gostou deste post?

Deixe um comentário logo abaixo sobre o que achou deste post ou sobre assuntos que poderia abordar nos próximos artigos, dica extra que queira compartilhar ou até mesmo alguma crítica.

Se você assim como eu ama a indústria e conhece pessoas que adorariam receber esse conteúdo!  

Compartilhe esse artigo! Facebook, Twitter e Linkedin!

Nos vemos em breve!