Check-in

3 tipos de check-in que os passageiros precisam saber

Todo profissional da indústria aérea, não importa em qual área atua, precisa saber estes 3 tipos de check-in:

  1. Check-in Tradicional ( Balcão de Atendimento )
  2. Check-in automatizado no aeroporto (Quiosques/Totens)
  3. Check-in online

Ao longo dessa leitura, eu vou explicar melhor estes 3 tipos.

Caso hoje você não saiba algum tipo, não se preocupe.

Com quanto tempo de antecedência o passageiro deve se apresentar  no aeroporto?

Recomenda-se chegar ao aeroporto 2 horas antes da partida para voos domésticos e até 3 horas antes para voos internacionais.

Logo após o check-in o passageiro é encaminhado para a inspeção de segurança obrigatória.

Dependendo do dia e da hora filas enormes se acumulam, por esse motivo chegar com antecedência ao aeroporto é tão importante.


Check-in tradicional (Balcão de atendimento)

A primeira coisa que o passageiro precisa fazer no aeroporto é o check-in do seu voo.

Ele deve comparecer ao balcão de check-in da companhia aérea, apresentar seu bilhete eletrônico e documentos de identificação (passaporte e visto para viagens internacionais ou RG original em caso de voos domésticos/nacionais).

O check-in é realizado por funcionários da companhia aérea ou agentes terceirizados que representam a companhia.

Nas bagagens para despachar, serão colocadas etiquetas (TAGs) com o nome e destino do passageiro.

Neste momento o cartão de embarque (Boarding pass) é impresso, o que permite o passageiro de seguir até a área de embarque.

Passageiros de primeira classe e executiva

Para passageiros com bilhetes em primeira classe ou executiva, as companhias aéreas oferecem check-in especial.

Este check-in conta com um serviço mais rápido e eficiente.

Dependendo da companhia aérea, passageiros que possuem programas de milhagem de classe superior também podem utilizar esse check-in.


Check-in

Check-in automatizado no aeroporto (Quiosques/Totens)


Um número crescente de companhias aéreas está implementando um sistema de auto check-in em certos aeroportos.

Na maioria dos casos, esta opção está disponível para passageiros com ou sem malas.

Esses sistemas envolvem pequenos quiosques nos quais o passageiros podem inserir o localizador da reserva ou cartão de crédito usado para fazer a reserva ou  ainda inserir seu cartão de passageiro frequente (se tiver uma tarja magnética) para acessar seu registro e imprimir o cartão de embarque.

O passageiro neste momento pode alterar ou marcar o assento.

O que precisa ficar claro é que para destinos que são necessários checagem de documentação, se foi solicitado algum serviço especial ou o passageiro está viajando com bebês de colo deve ser feito pelo check-in tradicional.

Algumas companhias aéreas exigem que primeiramente os passageiros utilizem o check-in por quiosques.

Em seguida os passageiros devem se encaminhar para os balcões de check-in designados para que os documentos sejam verificados e suas malas sejam despachadas.

O check-in via quiosques é possível somente em casos de destinos que não são exigidos verificação de documentação e caso não haja inconsistências com os bilhetes (como incompatibilidades com nomes etc).

Leia mais sobre:

Como fazer empresas da indústria aérea correrem atrás de você?

Preparado para os próximos 20 anos? Descubra as mudanças e previsões para a indústria aérea

6 erros mais comuns dos profissionais de companhia aérea e indústria (Você não pode ignorar a #5)

Check-in online

A maioria das companhias aéreas agora oferece check-in on-line.

Check-in online é uma forma em que os passageiros possam iniciar o processo de check-in em um dispositivo habilitado para internet (por exemplo, computador pessoal, smartphone ou tablet) antes de chegar ao aeroporto.

O período para check-in online varia dependendo da companhia aérea que pode ser entre   48 horas e 15 minutos antes do horário de decolagem do voo.

Para começar o check-in online, os passageiros precisam fazer login no site da companhia aérea ou abrir o aplicativo móvel.

Eles precisarão do localizador da reserva ou de seu nome de usuário e senha para o site da companhia aérea e seguir as suas instruções.

Para voos internacionais, os passageiros também podem precisar fornecer detalhes encontrados em seus passaportes.

Eles podem selecionar seus assentos preferidos, adicionar malas extras, fornecer seu número de passageiro frequente para o acúmulo de milhagem e comprar outros extras, claro dependendo da companhia aérea.

No final do processo, os passageiros podem ter a opção de imprimir seu cartão de embarque ou baixá-lo em seus telefones.

Para alguns voos, o check-in online pode não ser possível.

Isto é especialmente o caso se o passageiro estiver voando em uma rota onde a equipe precisa ver documentos adicionais (por exemplo, visto) e realizar verificações de segurança adicionais.

Mesmo que o check-in online seja possível e os passageiros não tenham bagagem para despachar, a companhia aérea pode ainda exigir que eles sigam para o check-in tradicional para verificações adicionais.

Gostou deste post?

Deixe um comentário logo abaixo sobre o que achou deste post ou sobre assuntos que poderia abordar nos próximos artigos, dica extra que queira compartilhar ou até mesmo alguma crítica.

Se você assim como eu ama a indústria e conhece pessoas que adorariam receber esse conteúdo!

Compartilhe esse artigo! Facebook, Twitter e Linkedin!

Nos vemos em breve!