Advance Purchase, Compra Antecipada de 3, 7, 14, 21, 28 e até 50 dias

Você sabe o que é advance purchase?

Uma tradução simples e direta para o português é compra antecipada.

Geralmente, tarifas de bilhetes aéreos mais baixas são oferecidas somente dias antes do embarque determinado pela companhia aérea.

Existem várias bases tarifárias para uma mesma rota e isso se deve ao fato de que cada tarifa tem condições diferentes.

Geralmente quanto mais barata é uma tarifa, maiores são as suas restrições e conseqüentemente seu advance purchase.

Parece interessante?

Continue lendo este artigo e descubra tudo sobre advance purchase.

Entenda o que é Advance Purchase

Primeiramente precisamos entender  que as tarifas são baseadas na disponibilidade dos voos.

Portanto, quanto mais longe do embarque, mais são as chances de uma companhia aérea oferecer uma tarifa mais baixa para o passageiro.

Quanto mais rápido um voo é vendido, melhor para as companhias aéreas.

Pensando nisso, as companhias utilizam a restrição do advance purchase nas tarifas de 3, 7, 14, 21, 28 e até 50 dias antes do embarque para segmentar os passageiros.

Com esta estratégia, as companhias antecipam as vendas dos bilhetes eletrônicos oferecendo tarifas mais baixas para quem está comprando com antecedência.

Ao colocar restrições nas datas de compra antecipada de viagem, as companhias aéreas evitam oferecer tarifas mais baixas para passageiros que compram suas passagem mais próximas do voo.

Consequentemente, passageiros viajando à negócios que normalmente compram as passagens mais próximas do voos, pagam por tarifas mais altas.

Vamos nos aprofundar um pouco mais?

Advance Purchase

Yield Management ( Gerenciamento de receita)

As companhias aéreas gastam muito tempo e investem em estratégias para gerenciar os preços dos bilhetes e ao mesmo tempo controlar a ocupação dos voos, o chamado load factor.

Portanto,  existe uma prática chamada Yield Management (Gerenciamento de receita) que basicamente cria estratégias para extrair a maior tarifa possível de cada assento no avião.

Normalmente, cada companhia aérea oferece aos passageiros em médias 25 bases tarifárias  para a mesma rota.

As companhias utilizam as práticas de Yield Management para extrair o máximo de renda possível para cada assento no avião, sem ter muitos lugares vazios após a decolagem.

Assim, neste momento as regras do advance purchase ajudam as companhias aéreas.

Por exemplo, as tarifas mais baixas geralmente exigem que a compra seja feita com antecedência de – 7, 14, 21, 28 e até 50 dias antes do embarque.

Desta forma, os passageiros que compram bilhetes de última hora acabam pagando por tarifas mais caras.

Conclusão

Em resumo, as tarifas geralmente vão ficando mais caras quanto mais próximo da data do voo.

Isso ocorre porque as tarifas mais baixas já foram vendidas antecipadamente quando um voo recebe mais reservas.

Sobretudo, em casos de voos sem muita procura, as companhias disponibilizam promoções pontuais para vender mais bilhetes para este voo.

Deixe um comentário sobre o que achou deste post, ou sobre assuntos que poderia abordar nos próximos artigos.

Dica extra que gostaria de compartilhar, ou até mesmo alguma crítica são bem vistas por aqui.

Se você, assim como eu, ama a indústria aérea e conhece pessoas que adorariam receber esse conteúdo, compartilhe esse artigo! Facebook, Twitter e Linkedin!