Saiba agora tudo sobre Taxas e multas por alteração e reembolso

Você sabe como, quando e quanto é cobrado pelas companhias aéreas por taxas e multas por alteração e reembolso?

Informações sobre taxas e multas fazem parte da rotina de todos que trabalham nesta indústria.

Talvez até você já tenha passado por uma situação que por algum motivo teve que desistir de alguma viagem.

Imprevistos acontecem e os profissionais desta área devem estar sempre prontos para ajudas seus passageiros.

Você deve concordar comigo!

Em primeiro lugar, pagar uma multa ou taxa inesperada não é uma boa notícia.

Por este motivo, o passageiro deve ser muito bem informado sobre todas as regras do bilhete que ele está comprando.

Assim, em caso de alteração de data ou reembolso, o passageiro já estará ciente do que vai ter que pagar.

Consequentemente não teremos passageiros tristes ou insatisfeitos com as taxa ou multas.

Pensando em  informar o que você precisa saber sobre taxas e multas por alteração e reembolso, escrevi este artigo.

Parece interessante? Então continue lendo.

Quanto custa alterar uma data em um bilhete?

Esta é uma pergunta frequente para quem trabalha em companhia aérea ou em agência de viagens.

Sobretudo quando passageiros precisam mudar seus planos.

Quando se trata de quanto custa alterar uma data de voo, a resposta depende da companhia aérea na qual foi comprado o bilhete eletrônico e da base tarifária utilizada.

Assim, cada companhia aérea e cada bilhete tem seu próprio conjunto de regras e políticas.

Dependendo da base tarifária do bilhete comprado, a data pode ser alterada sem cobrança de taxas.

É importante lembrar que o custo das taxas de alteração de data de voo depende da base tarifária utilizada no bilhete.

Normalmente, quanto maior o valor do bilhete, menor o valor da alteração ou mesmo a alteração é isenta de taxas.

Já os bilhetes com valores mais baixos (tarifa promocional) as taxas de alteração e reembolso são mais altas ou até não permitidas.

Alem disso, quando permitida a alteração com ou sem taxa, as companhias aéreas cobram diferença na tarifa entre o bilhete antigo e o novo.

Este tipo de cobrança de diferença de tarifa acontece quando não existe mais disponibilidade de lugar na mesma classe comprada originalmente.

Neste caso, existem 2 cobranças. Uma taxa (penalidade ou multa) e a diferença de tarifa.

Regra comuns das companhias aéreas

Embora cada companhia aérea tenha suas próprias de regras e políticas,  a maioria compartilha estas regras comuns:

  • Todas as alterações devem ser feitas diretamente onde o bilhete foi comprado.
  • As cobranças das taxas e multas são feitas através de EMDs.
  • Já a diferença de tarifa é feita dentro do novo bilhete.
  • Os bilhetes comprados são intransferíveis. Isso significa que o passageiro não pode transferir para outra pessoa ou alterar o nome do passageiro.
  • Os bilhetes não podem ser transferidos para o outra companhia aérea.

Isenção ou redução de taxas e multas por alteração e reembolso

Existem algumas situações em que as companhias aéreas isentam as cobranças de taxas e multas por alteração ou reembolso.

Como já sabemos, a política de cada companhia aérea é diferente, mas normalmente elas isentam as taxas e multas em certas situações.

Schedule Change (Mudanças na programação do voo)

Caso haja uma alteração (significativa) no horário ou data do voo reservado, os passageiros podem alterar ou reembolsar seus bilhetes sem penalidade.

Importante lembrar que (novamente) o tempo de alteração varia muito, dependendo da companhia aérea.

Eventos imprevisíveis

Multas e taxas por morte na família ou doença grave podem ser isentadas pela política da companhia aérea, desde que prove o evento através de documentos oficiais.

Algumas companhias se reservam o direito informando na regra da tarifa que não isenta as penalidades nestes casos.

Deixe um comentário sobre o que achou deste post, ou sobre assuntos que poderia abordar nos próximos artigos.

Dica extra que gostaria de compartilhar, ou até mesmo alguma crítica são bem vistas por aqui.

Se você, assim como eu, ama a indústria aérea e conhece pessoas que adorariam receber esse conteúdo, compartilhe esse artigo! Facebook, Twitter e Linkedin!