O que é HUB, e porque ele é tão importante para a aviação

O conhecimento sobre HUB é muito importante para que está interessado em trabalhar nesta indústria.

Saber o que é, onde estão e para que servem os HUBs é fundamental para quem trabalha em companhia aérea e agência de viagens.

Utilizar os HUBs de forma inteligente vai fornecer aos passageiros uma variedade maior de opções de reservas e tarifas.

Por isso fique atento e utilize os HUBs para realizar os sonhos dos passageiros.

Ficou curioso? Continue lendo este artigo!

HUB – Aviação

HUB para aviação é um aeroporto que serve como centro de distribuição de voos.

Os HUBS são aeroportos específicos que companhias aéreas utilizam como ponto de transferência para que os passageiros cheguem até seu destino final.

Nem todas as cidades tem demanda suficiente para justificar um voo direto.

Desta forma as companhias aéreas podem atender uma variedade muito maior de destinos conectando seus voos através do HUB.

Imagine se para todos os destinos houvesse um voo direto.

HUB Aviação
HUB Aviação

Normalmente os aeroportos HUB internacionais servem principalmente sua companhias aéreas originárias daquele país.

Em alguns países com o aumento do volume de voos internacionais, companhias utilizam mais  de um aeroporto como HUB.

Existem inclusive alguns aeroportos que recebem mais passageiros em trânsito do que destino final.

Estes aeroportos servem companhias aéreas maiores que seus mercado locais.

Nestes casos estes aeroportos se especializam em suas áreas de trânsito, disponibilizando free-shops, lojas, lanchonetes que justifiquem os intervalos.

Já no mercado doméstico Brasileiro, os HUBs ficam nos aeroportos das principais cidades, como São Paulo (Congonhas, Guarulhos e Campinas) Brasília, Recife, Rio de Janeiro e Confins.

Leia mais sobre:

Como fazer empresas da indústria aérea correrem atrás de você?

Preparado para os próximos 20 anos? Descubra as mudanças e previsões para a indústria aérea

6 erros mais comuns dos profissionais de companhia aérea e indústria (Você não pode ignorar a #5)

Os benefícios dos aeroportos HUB incluem:

Uma maior escolha de destinos turísticos e de negócios.

Voos mais frequentes para destinos.

Tarifas mais baratas devido à concorrência entre as companhias aéreas.

Alguns dos HUBs internacionais mais movimentados, por continente, são:

Europa:

Heathrow (Londres)

Charles de Gaulle (Paris)

Frankfurt-am-Main (Frankfurt)

Schiphol (Amsterdã)

Atatürk Airport (Istanbul)

Ásia:

Dubai (Dubai)

Abu Dhabi (Abu Dhabi)

Doha (Doha)

Narita (Tóquio)

Hong Kong (Hong Kong)

Changi (Singapura)

Oceania:

Kingsford Smith (Sydney)

Auckland (Auckland).

África:

OR Tambo (Joanesburgo)

Cairo (Cairo)

Cidade do Cabo (Cidade do Cabo)

Durban (Durban)

Jomo Kenyatta (Nairóbi)

Murtala Muhammed (Lagos)

Mohammed V (Casablanca).

América do Norte:

JFK (Nova York)

Los Angeles (Los Angeles)

São Francisco (São Francisco)

O’Hare (Chicago)

Atlanta (Atlanta)

Miami (Miami)

Cidade do México (Cidade do México).

América Central:

Cidade do Panamá (Cidade do Panamá).

América do Sul:

Guarulhos (São Paulo)

Juscelino Kubitschek (Brasília)

Tom Jobim/Galeão (Rio de Janeiro)

Aeroporto Internacional do Recife (Recife)

Ministro Pistarini/Ezeiza (Buenos Aires)

Comodoro Arturo Merino Benítez/Pudahuel (Santiago)

El Dorado (Bogotá).

Lista das principais cidades que servem de HUB e as companhias aéreas.

Lisboa – TAP

Frankfurt e Munique – Lufthansa

Amsterdã – KLM

Londres –  British Airways

Paris – Air France

Madrid – Iberia

Roma – Alitalia

Zurique –  Swiss

Istanbul – Turkish Airlines

Dubai –  Emirates

Abu Dhabi –  Etihad

Doha –  Qatar Airways

Dallas e Miami –  American Airlines

Houston –  Continental

Chicago –  United Airlines

Atlanta – Delta Airlines

Toronto – Air Canada

Buenos Aires – Aerolíneas Argentinas

Santiago –  LAN Airlines

Cidade do México – Aeroméxico

Cidade do México – Aeroméxico

Johannesburg – South African Airways

Adis Abeba – Ethiopian Airlines

Sydney – Qantas

Auckland – Air New Zealand

Mumbai – Air India

Singapura – Singapore Airlines;

Hong Kong – Cathay Pacific

Pequim – Air China

Incheon – Korean Air

Tóquio – Japan Airlines

Deixe um comentário logo abaixo sobre o que achou deste post ou sobre assuntos que poderia abordar nos próximos artigos, dica extra que queira compartilhar ou até mesmo alguma crítica.

Se você assim como eu ama a indústria e conhece pessoas que adorariam receber esse conteúdo.

Compartilhe esse artigo! Facebook, Twitter e Linkedin!

Nos vemos em breve.

Tagged